Como a prática do altruísmo eleva o seu nível dentro da criação de conteúdo

Como a prática do altruísmo eleva o seu nível dentro da criação de conteúdo

Ele é um tipo de comportamento encontrado em seres humanos e outros seres vivos, em que as ações voluntárias de um indivíduo beneficiam outros

Olá, meus queridos criadores de conteúdo. Eu sou a Psicolobia, a psicóloga da Privacy, e é uma enorme felicidade estar conectada a você através deste texto.

Hoje separei um tema de muita relevância na nossa atualidade. Iremos conversar sobre altruísmo, uma palavra muito utilizada e que precisamos refletir sobre, para obtermos uma vida mais justa e contribuir para a sociedade, no sentido de fazermos o nosso papel para a igualdade e oportunidades de todos.

Tudo que conversamos até hoje, os temas e reflexões que exercemos juntos, nada faria sentido sem o conceito de altruísmo, porque, afinal, estamos falando de um tipo de comportamento encontrado em seres humanos e outros seres vivos, em que as ações voluntárias de um indivíduo beneficiam outros. É também equivalente à filantropia. No sentido comum do termo, é, muitas vezes, percebida como sinônimo de solidariedade.

Agora, pense comigo, trabalhar com redes sociais é, de uma maneira óbvia, estar conectado a pessoas e situações em que um dia você já precisou de ajuda e de ser ajudado. No nosso universo digital, encontramos uma vasta gama de possibilidades, jeitos e posicionamentos diferentes, com um mesmo objetivo: realizar sonhos, ser bem-sucedido, ter o que sempre sonhou, e por aí vai.

E já parou para pensar que todas essas outras pessoas que estão ao seu redor, não disputam o pódio com você, e sim na verdade disputam oportunidades únicas na história e destino que regem a própria vida, da mesma maneira que você também procura por isso. Se fossemos ilustrar essas situações, seríamos um oceano cheio de barcos. Aqueles que um dia vão cruzar nosso caminho e precisar da gente você ajuda ou deixa a mercê da própria sorte? Só não se esqueça que um dia seus mantimentos ou bússolas se esgotaram e você vai precisar dessa ajuda também.

Trago essa reflexão sobre esse tema tão importante porque estamos o tempo todo na presença de um outro, seja virtualmente ou fora das telas, e essas pessoas também estão da mesma maneira. Quando você começou a criar, quem te estendeu a mão? Mesmo que você me fale: “ninguém, Bia”. Teve alguém sim, uma pessoa pode ter escrito um texto, matéria, blog que você se apropriou do conhecimento. Teve pessoas em que você se inspirou de certa maneira, e essas criaram coisas e compartilharam o conhecimento em benefício delas mesmas e de outras.

Esse assunto se faz muito importante, porque sempre encontramos situações que precisam da nossa contribuição, e não só de sátiras, ou pensamentos mal-intencionados. Quero salientar que oferecer uma mão amiga faz tão bem para a gente quanto para o outro. Ser solidário, na medida do possível, libera tantas substâncias do bem-estar no nosso organismo, nos sentimos úteis, importantes e também aprendemos muito mais e dominamos melhor as nossas técnicas necessárias para viver com o outro e com nós mesmos.

Outro ponto importante é entender que não estou falando para você deixar de fazer por você mesmo e sim, na medida do possível, poder fazer e contribuir para o outro um pouco do seu conhecimento e exercitar seu altruísmo. E isso vai de oposto ao egoísmo. E meus queridos, egoísmo corrói a alma, deixa as pessoas amarguradas, faz com que a gente enxergue um mundo unitário e sabemos que a nossa realidade não é ser só. Você precisa de outras pessoas para tudo, para ter água, alimento, dinheiro, ter produtos que chegam prontos a você. Entende a importância de expandir seu olhar e fazer com que a sua caminhada não seja só num mundo das próprias vontades?

Espero ter ajudado a refletir sobre a sua importância na vida de outra pessoa, e vice e versa. O altruísmo é uma fonte de felicidade que jorra como resultado das nossas ações. Não permita que o comportamento dos outros determine as suas ações. Se alguém for egoísta com você, responda com o altruísmo.

Com carinho,

Beatriz.

Tags

Últimos Posts