LetsGab supera depressão e preconceito de colegas e faz sucesso na Privacy

LetsGab supera depressão e preconceito de colegas e faz sucesso na Privacy

“Não imaginava que com 20 anos eu conquistaria minha casa própria, meu carro e minha liberdade financeira”, destaca a criadora

Conhecida como LetsGab nas redes sociais, Letícia Gabriela, de Paranaguá, possui uma história repleta de superações. A jovem de 23 anos venceu barreiras como depressão e preconceitos de amigos. Hoje faz sucesso na Privacy, possui casa própria e é independente financeiramente.

Quando passou pelo quadro de depressão, Letícia tinha dificuldades em aceitar o próprio corpo. Porém, foi em um ensaio fotográfico que ela recuperou a autoestima.

“Surgiu uma oportunidade de um fotógrafo, ele me procurou e falou: ‘Vamos fazer umas fotos suas?’. Expliquei que eu não sabia se me sairia tão bem, se conseguiria me permitir, se iria me entregar para aquilo. Mas acabei dando uma chance para ele e para mim. Fiz as fotos e ali eu me reencontrei: ‘Caramba! Eu tenho potencial para isso’. Me achei super bonita e sensual”, disse, em entrevista exclusiva à Privacy.

Posteriormente, LetsGab recebeu sugestões para se tornar criadora em plataforma de venda de conteúdo exclusivo e ela aceitou o desafio. Contudo, sofreu preconceito de amigos.

“Muita gente virou as costas para mim, tive que percorrer meu caminho sozinha, sem muito apoio de amigos, fiquei bem chateada. Nessa época especificamente eu senti muita falta disso, porque as pessoas me julgavam como algo ruim, pejorativo. Por um tempo me senti frustrada, mas não me deixei abalar a ponto de desistir da carreira de produtora de conteúdo”, afirmou.

Com a carreira de influenciadora e criadora, Letícia prosperou profissionalmente e teve diversas conquistas. Inclusive, recebeu da Privacy um troféu por atingir R$ 100 mil em faturamento: “Não imaginava que com 20 anos eu conquistaria minha casa própria, meu carro e minha liberdade financeira. Aconteceu tudo do jeitinho que eu sonhei um dia”. Porém, ela passou a ter que lidar com outro desafio: os interesseiros.

“Depois que comecei de fato a ganhar dinheiro, as pessoas começaram a reaparecer, com interesse, cresceram o olho, queriam estar juntos. Ninguém me perguntava se eu estava bem, se precisava de alguma coisa, só estavam ali para poder sugar. Com o tempo fui cortando essas pessoas da minha vida, vendo quais realmente gostavam de mim”, concluiu.

Além da vida de criadora, Letícia revelou que estuda futuramente ingressar no curso de fisioterapia. Hoje, em seu tempo livre, gosta muito de viajar, tanto que já conheceu 10 países, sendo que seu favorito é o Egito. Além disso, gosta de ver filmes e séries, contanto que tenha uma boa companhia ao lado.

Tags

Últimos Posts