Brainstorming: exercitando criatividade para criar conteúdo que engaja

Brainstorming: exercitando criatividade para criar conteúdo que engaja

Técnica pode ser desenvolvida em grupo ou individualmente, utilizada para estimular a geração criativa de ideias

Olá, meus queridos influenciadores, eu sou a Psicolobia, psicóloga da Privacy, e me sinto muito privilegiada por me conectar a vocês através desta escrita. Como estão? Como foi a semana? 

Passando aqui para lembrar que todo começo do ano é um ótimo período para a gente rever nossa trajetória e pensar se mantemos ou mudamos algumas estratégias, sempre com a intenção de potencializar seus planos e simplificar uma rotina muito corrida que vocês têm. 

Semana passada conversamos sobre networking, e de fato uma boa rede gera bons resultados. E pensando no universo de vocês, hoje vou trazer um tema muito legal e que precisa ser incluso nas suas execuções, que é o Brainstorming. 

Brainstorming na sua tradução significa tempestade de ideias, é uma atividade desenvolvida para explorar a nossa potencialidade criativa. Essa técnica pode ser desenvolvida em grupo ou individualmente, utilizada para estimular a geração criativa de ideias. Foi popularizado pelo publicitário Alex Osborn, na década de 50. A ideia central do brainstorming é colaborar na produção de ideias originais e soluções para um problema específico.  

Processo: Antes de iniciar o brainstorming, pense em um problema ou tópico em discussão. Depois, você vai expressar livremente suas ideias, sem críticas ou avaliações imediatas. A ênfase está na quantidade e diversidade de ideias. A dica aqui é deixar um celular gravando áudio enquanto você coloca para fora. 

Durante a fase de geração de ideias é fundamental criar um ambiente sem julgamentos. A crítica e a análise são adiadas para uma fase posterior, permitindo que as ideias fluam livremente. Podemos usar técnicas adicionais, como palavras-chave, imagens inspiradoras ou perguntas provocativas, para estimular a criatividade e a diversidade de pensamento. 

O ambiente informal e de pensamento livre ajuda a liberar a criatividade e a explorar soluções inovadoras. O brainstorming promove a colaboração e o senso de pertencimento a nossas ideias, o que pode aumentar o engajamento.  

Depois de explorar suas ideias para aquele nicho que escolheu, ouça o que foi gravado, coloque no papel as soluções encontradas, para que você consiga criar um cronograma e executá-lo. Porque o foco da técnica é gerar uma grande quantidade de ideias em um curto período, facilitando a exploração de diferentes abordagens para um problema. 

Apesar dos desafios, o brainstorming continua sendo uma ferramenta valiosa para a geração criativa de ideias e soluções. Você precisa se concentrar em suas áreas de interesse, para resultar em ideias mais específicas e relevantes para suas habilidades e conhecimentos. 

Para uma dificuldade, existe várias maneiras de superá-la e elas estão todas aí dentro. Peça ajuda ou chame pessoas que compartilhem da mesma realidade, para que você também tenha outros insights criativos. 

Potencializar a nossa criatividade é sair do comodismo e também abrir nossa mente para o horizonte de possibilidades, com tudo que conversamos hoje, você será capaz de aprimorar e se engajar cada vez mais. Aqui, visamos firmar seus potenciais para engajar cada vez mais. 

Espero que estas ideias façam parte do seu cotidiano e que você sempre encontre diversas maneiras para passar pelas dificuldades.  

Com carinho, Beatriz.

Tags

Últimos Posts